Visando contribuir para o desenvolvimento de importante segmento da nossa ornitologia, é com grande satisfação que a OBJO - Ordem Brasileira de Juízes de Ornitologia apresenta a 2ª Edição do Manual de Julgamento de Periquitos Australianos.

Homenagem:
- ao coordenador da 1ª edição deste Manual, diretor do departamento de POAs da FOB, Enio Medeiros Cunha, pela coordenação, redação, digitação e autoria de várias fotos que ilustram esta edição;

 

Agradecimentos:
- ao Juiz Fulvio Lucietto, por sugest√Ķes, corre√ß√Ķes, coment√°rios, sele√ß√£o e an√°lise das fotos do cap√≠tulo 3.5 - julgamentos, elabora√ß√£o e confec√ß√£o de desenho ilustrativo da p√°gina 49 e revis√£o desta 2¬™ Edi√ß√£o.

- a Antonio Carlos Lemo, o Carlito, pela dedicação e cuidado com a edição que ultrapassaram o compromisso do contrato profissional.

 

Jorge de Pina                                                            João Francisco Basile da Silva

Diretor de POAs                                                                    Presidente da OBJO

 


 

"Por ser Diretor de POAs - Periquitos Ondulados Australianos - da Federação Ornitológica do Brasil, fui designado para elaborar um manual, a fim de tentar uniformizar procedimentos durante os julgamentos, e, ao mesmo tempo, que servisse de orientação ao nossos criadores/expositores. Sem querer ser modesto, acho que criadores mais antigos deveriam ser incumbidos da tarefa, desde que suficientemente motivados.

Não sendo juiz de POAs, como Diretor da FOB, até então, só tinha me preocupado com os aspectos administrativos do departamento.

Entretanto, aceitei a designação, na certeza de que os juízes do segmento e criadores me daria apoio. E, realmente, alguns me ajudaram. Créditos e agradecimentos serão dados oportunamente.

Outro motivo de ter aceito a incumbência foi ter aprendido que "só não erra quem não faz". E que os erros cometidos sejam corrigidos na segunda edição deste trabalho, que, certamente, será enriquecido com conceitos novos.

Dado o chute inicial, tenho certeza de que cr√≠ticas e futuras colabora√ß√Ķes vir√£o, fazendo que este documento se torne din√Ęmico e sempre atualizado.

Na verdade, o trabalho foi bastante facilitado no momento em que a OBJO - Ordem Brasileira de Ju√≠zes de Ornitologia se filiou a "BS" - The Budgeringer Society, que autorizou a utiliza√ß√£o do seu manual de julgamento, brm como ilustra√ß√Ķes nele contidas, de autoria de Eric Peak.

Para finalizar, lembro que minha formação profissional foi na chamada "área de exata". Deslizes serão cometidos quando eu me atrever a entrar na "área das biologicas", e, desde já, peço desculpas"

 

in memoriam

Enio Medeiros Cunha

Ittiba

Fevereiro de 2005