NORMAS PARA SOLICITA√á√ÉO E RECEP√á√ÉO DE JU√ćZES OBJO/FOB

 

Diante do crescimento da ornitologia nacional, com a realiza√ß√£o de grande n√ļmero de concursos oficiais, se faz necess√°rio normatizar a solicita√ß√£o e recep√ß√£o de Ju√≠zes OBJO/FOB, com o objetivo de uniformizar e racionalizar o trabalho dos Ju√≠zes junto aos clubes filiados √† FOB.

 

1. ESCOLHA DE JU√ćZES: os ju√≠zes devem ser escolhidos preferencialmente em reuni√Ķes de Diretoria dos Clubes filiados, considerando os segmentos ornitol√≥gicos que o clube possui, devendo ser indicado pelo menos um Juiz para cada segmento. Os nomes, endere√ßos e especialidades dos Ju√≠zes OBJO/FOB s√£o encontrados na lista atualizada de Ju√≠zes do Anu√°rio.

Uma vez decidido o(s) nome(s) é importante que o clube se comunique com o(s) Juiz(es), verificando a possibilidade da presença.

A Comunicação entre o Clube promotor do evento e o Juiz convidado deverá ocorrer de maneira que fique documentada pelas duas partes: por Email, pelo WhatsApp, ou por carta/ofício. Não recomendamos o uso das redes sociais.

O Clube deve informar ao juiz, alguns dias antes do evento, o local preciso de hospedagem e/ou onde o juiz se dirigirá quando da chegada à cidade fornecendo também telefones de contato para eventualidades.

O Juiz no momento em que for convidado a julgar e ou palestrar, deverá informar se o seu transporte será realizado Via terrestre ou aéreo. 

 

2. SOLICITA√á√ÉO DE JU√ćZES: os ju√≠zes devem ser solicitados √† OBJO, por escrito, com anteced√™ncia m√≠nima de 30 dias das datas dos julgamentos. Na carta dirigida √† OBJO solicitando a oficializa√ß√£o do(s) Juiz(es), deve constar obrigatoriamente o(s) nome(s) completo(s) do(s) Juiz(es), o segmento que ele(s) dever√°(√£o) julgar, o endere√ßo, a data e o hor√°rio do in√≠cio do julgamento. Se o endere√ßo onde ser√° realizado o julgamento ainda n√£o estiver definido quando dessa solicita√ß√£o, o mesmo dever√° ser obrigatoriamente comunicado ao Juiz e √† OBJO, em tempo h√°bil.

O clube solicitante dever√° fornecer no espa√ßo da carta reservado ao ‚Äúremetente‚ÄĚ, o endere√ßo completo para resposta, inclusive com o CEP (8 d√≠gitos), para evitar extravios.

 

3. LIMITE DE AVES/DIA POR JU√ćZ:

Can√°rio de Cor 400

Can√°rio de Porte 350

Can√°rio de Canto 16 conj.

Periquitos Australianos 500

Agapornis 500

Psitacídeos 350

Exóticos 400

 

4. VIAGEM DOS JU√ćZES: o meio de locomo√ß√£o do(s) Juiz(es) deve ser decidida de comum acordo entre o clube e o juiz, e se a dist√Ęncia a ser percorrida for superior a 200Km, o clube providenciar√° o pernoite.

 

5. HOSPEDAGEM DOS JU√ćZES: a hospedagem dever√° ser, por quest√Ķes √©ticas, em hotel, sde padr√£o razo√°vel ( no m√≠nimo 3 Estrelas), em apartamento individual, evitando constrangimentos e perda de liberdade pessoal.

 

6. SOLICITAÇÃO DE MATERIAL DE JULGAMENTO: os impressos usados no julgamento (Ata de Julgamento, Blocos de Pontuação, Fichas de Julgamento),  serão emitidos diretamente pelo FOB.NET, programa oficial para acompanhamento dos campeonatos.

 

7. TAXA PARA DESPESAS: quando da solicitação da oficialização do Juiz, o clube deverá efetuar o pagamento da correspondente taxa .

 

8. LOCAL DE JULGAMENTO: o local deverá ser claro, com luz natural, permitindo a posição do Juiz, de costas para a luz. A mesa deverá preferencialmente não possuir emendas e de tamanho suficiente para conter 15 gaiolas do tipo exposição, sem empilhamento. O local deverá ter espaço suficiente para permitir a movimentação da equipe de apoio sem interferir com o julgamento.

 

9. EQUIPE DE APOIO: para cada mesa de julgamento, o clube deverá designar um secretário para preencher os impressos e dois auxiliares para controlarem a entrada e saída das gaiolas.

 

10. HOR√ĀRIO DO JULGAMENTO/SUA DISCIPLINA/MELHORES DIAS: o hor√°rio do julgamento e a sua dura√ß√£o ser√£o determinados pelo Juiz, ap√≥s an√°lise das condi√ß√Ķes de ilumina√ß√£o do local. No recinto do julgamento a autoridade maior √© o Juiz, a quem compete manter a disciplina impedindo manifesta√ß√£o e influ√™ncia de pessoas alheias ao julgamento. Quanto aos melhores dias para o julgamento, a OBJO recomenda os finais de semana, utilizando no m√°ximo os dias pr√≥ximos (sextas e segundas). A atividade do Juiz √© honor√≠fica e portanto, deve-se evitar conflitos entre a data do julgamento e os seus compromissos profissionais.

 

11. ESTADIA DO JUIZ: durante a estadia do Juiz na cidade sede do julgamento √© necess√°rio a designa√ß√£o de um ou mais s√≥cios diretores para acompanh√°-lo nas refei√ß√Ķes e locomo√ß√Ķes, antes, durante e depois dos julgamentos.

 

12. CUSTEIO DAS DESPESAS DOS JU√ćZES: de acordo com o item ‚Äúf‚ÄĚ do art. 14 do cap√≠tulo IV do REGIMENTO DA OBJO, o Juiz deve ‚Äúter custeado pelo clube patrocinador dos concursos, as despesas de viagem, perman√™ncia e alimenta√ß√£o‚ÄĚ.

A cobran√ßa de quaisquer outras indeniza√ß√Ķes como cobran√ßa pelo servi√ßo, di√°rias, etc., pelos ju√≠zes n√£o √© permitida.

Ao ser oficializado pela OBJO para o julgamento, o Juiz receberá juntamente com o impresso para elaboração do relatório do julgamento, um recibo em 3 vias para reembolso das despesas junto ao seu patrocinador, devendo entregar a 1ª via ao clube, remeter a 2ª via para a OBJO, guardando a 3ª via para seu arquivo pessoal.

TRANSPORTE TERRESTRE:

As despesas com transporte em ve√≠culo pr√≥prio ser√£o reembolsadas no valor de R$1,00 por quilometro rodado estando inclu√≠da as despesas com combust√≠veis e o desgaste. Tamb√©m ser√£o reembolsadas as despesas com ped√°gio e eventuais refei√ß√Ķes realizadas no trajeto.

TRANSPORTE AEREO:

No caso do transporte a√©reo, e de ‚Äúcomum acordo‚ÄĚ, a aquisi√ß√£o das passagens poder√° ser realizada pelo clube ou pelo pr√≥prio Juiz. No entanto, se a aquisi√ß√£o for realizada pelo Juiz, este dever√° informar o valor previamente ao clube para saber se o or√ßamento est√° adequado. No caso de aquisi√ß√£o pelo clube, este dever√° fazer contato antecipado com o Juiz para saber se o hor√°rio para a ida e para a volta, assim como o aeroporto de prefer√™ncia, se o Juiz aceita as escalas previstas. Quando absolutamente necess√°rias, que estas sejam as mais curtas poss√≠veis. Quando for utilizado o transporte a√©reo, compete ao clube realizar o traslado (aeroporto/Hotel/julgamento e julgamento/Hotel/aeroporto) r√°pido e eficiente.

O Clube também reembolsará o combustível e o estacionamento no aeroporto de origem do juiz até o retorno do julgamento quando o juiz utilizar o veículo próprio ou, as despesas com taxi utilizado para o traslado casa/aeroporto/casa.

 

NOTA: estatutariamente o Juiz somente poderá julgar com a oficialização da OBJO.