OBJETIVOS E RESPONSABILIDADES

 

A OBJO - Ordem Brasileira de Juizes de Ornitologia é o órgão técnico da Federação Ornitológica do Brasil.Criada há mais de vinte anos, a OBJO tem autonomia técnica e as normas por ela editadas são referendadas pela FOB.


Com um quadro de quase 100 juizes de ornitologia, a OBJO é sempre presidida por um juiz, que também ocupa o cargo de vice-presidente técnico da FOB, escolhido a cada tres anos pelo presidente eleito para o mesmo período nesta entidade.

A OBJO tem por objetivos:

‚ÄĘ estabeler crit√©rios t√©cnicos de julgamento dos exemplares das diversas esp√©cies ornitol√≥gicas;
‚ÄĘ elaborar normas e procedimentos para orientar a atua√ß√£o dos juizes;
‚ÄĘ designar, dentre seu quadro, por solicita√ß√£o dos clubes, os juizes para a realiza√ß√£o de julgamentos dos Campeonatos regionais ou locais;
‚ÄĘ estabelecer normas para habilitar juizes, nas distintas especialidades, bem como promover seu aperfei√ßoamento;
‚ÄĘ elaborar e aplicar provas para habilita√ß√£o de novos juizes anualmente, durante o Campeonato Brasileiro promovido pela FOB;
‚ÄĘ elaborar, difundir, publicar e distribuir para seus membros e demais interessados os conhecimentos, pr√°ticas e t√©cnicas de cria√ß√£o, prepara√ß√£o, sele√ß√£o, exposi√ß√£o e classifica√ß√£o das distintas variedades ornitol√≥gicas;
‚ÄĘ receber e providenciar o registro de juizes diplomados;
‚ÄĘ controlar o quadro de juizes habilitados, mantendo-o atualizado e divulgando-o nas √©pocas adequadas;
‚ÄĘ manter em nome da FOB relacionamento com a Ordem Mundial de Ju√≠zes, visando o interc√Ęmbio de informa√ß√Ķes e o estreitamento de v√≠nculos com todos os juizes e institui√ß√Ķes afins, nacionais e internacionais.

Al√©m de promover a ornitologia, atrav√©s da cria√ß√£o de padr√Ķes de qualidade e para julgamento das diversas esp√©cies ornitol√≥gicas criadas em cativeiro, a OBJO produziu ao longo de sua exist√™ncia Manuais T√©cnicos de Julgamento para Can√°rios de Cor e para Can√°rios de Porte, os dois segmentos com maior quantidade de aficcionados. O Manual T√©cnico de Julgamento para Can√°rios de Cor j√° est√° em sua terceira edi√ß√£o, e √© leitura indispens√°vel a todos os que pretendem desenvolver-se na cria√ß√£o. Com fotos coloridas e muitas informa√ß√Ķes, o Manual √© reconhecido por sua qualidade no Brasil e no exterior, para onde √© enviado frequentemente. O Manual T√©cnico de Julgamento para Can√°rios de Porte foi editado em separado apenas em 1997, e tamb√©m √© muito √ļtil para criadores e outros interessados, contendo al√©m dos padr√Ķes os hist√≥ricos de todas as ra√ßas do segmento.